Voltar Página inicial

O PANTANEIRO

Para entender o Pantanal, já dizia Cássio Leite de Barros, é necessário sentir o que ele sugere para depois compreender o que ele oferece, e Augusto César Proença acrescenta, há que se ir ao chão, às raízes, para buscar a rusticidade e simplicidade do homem pantaneiro.
 
LACERDA, O. A. C. de. Entendendo o Pantanal. Campo Grande: Editora UNIDERP, 2004, p13.

Complexo do Pantanal, ou simplesmente Pantanal, é um bioma constituído principalmente por uma savana estépica,  alagada em sua maior parte, com 250 mil km² de extensão, altitude média de 100 metros, situado no sul de Mato Grossso e no noroeste de Mato Grosso do Sul, ambos Estados do Brasil, além de também englobar o norte do Paraguai e leste da Bolivia (que é chamado de chaco boliviano), considerado pela UNESCO Patrimônio Natural Mundial e Reserva da Biosfera, localizado na região o Parque Nacional do Pantanal. Em que pese o nome, há um reduzido número de áreas pantanosas na região pantaneira. Além disso, tem poucas montanhas, o que facilita o alagamento.
 
Economicamente, a região caracteriza-se pela presença de enormes fazendas de gado de corte, constituindo a grande força da economia regional.. Neste universo está o homem pantaneiro que é construtor da sua própria cultura,e um conhecedor dos mais diversos ofícios rurais, que exerce por força das circunstâncias do ecossistema.. Nenhum objeto significa pelo que ele é, simplesmente, mas, em especial, pelo que simboliza no universo em que se entrega e onde acaba por personalizar-se a medida que se identifica com a realidade onde está inserido.
 
Vivendo num ambiente onde homem e natureza  mantêm vivo o elo de solidariedade, é também caprichoso artesão quando prepara sua guampa, feita em chifre de boi para tomar o tereré, tradição esta passada de pai para filho, e também o berrante que é o instrumento sonoro, feito de chifre, utilizado pelo ponteiro da comitiva boideira para guiar o gado.
 
A Jóias do Pantanal buscou na cultura pantaneira o uso do chifre bovino lapidado, trazendo para a moda e para os presentes corporativos a exuberância deste material até então de uso restrito à cultura pantaneira. Ao agregar um novo design produzimos peças tão exclusivas quanto a natureza pantaneira, tão singelas como o seu por do sol, transformando cada produto numa peça “única como você”.